Amor Tímido

Diogo Ferreira - Amor Tímido

Foto: © Diogo Ferreira

Hoje queria fazer-te ver,
Compreender o que sinto,
Pegar na tua mão,
Passar os sentimentos.

És única e sabes isso,
O que tenho que dizer,
Para te convencer,
Daquilo que és,
A beleza estonteante que possuis;
Aquele que vejo,
E aquela que sinto dentro de ti.

Porque não acreditas em ti,
Qual a razão de não acreditares e mim,
No amor que digo sentir,
E que faço com que preencha o teu coração.

Hoje queria fazer-te ver,
Queria ouvir um sim,
Segredado ao meu ouvido,
Em tom de sigilo;
Algo ultra secreto:
Só nosso.

Hoje vou fazer-te minha:
Proteger-te,
Como ninguém já o fez:
Abraçar-te:
Como jamais sentiste:
Beijar-te:
E deixar-te sem fôlego:
Amar-te:
Como nunca sentiste.

Hoje vamos ser um do outro,
Vais deixar cair as defesas,
Abrir o teu coração,
Dares-me a tua alma,
Partilharmo-nos,
Num sentimento incessante:
O amor que tememos sentir.

Anúncios