A Vida

Carlos Silva

Foto: © Carlos Silva

Digo-te adeus,
Até nunca mais,
Uma palavra que custa proferir,
Ainda que seja a certa a dizer.

Tenho que aceitar,
Não devo contentar-me com o pouco,
Resquícios de um passada presente,
Uma meia vida.

A felicidade é mais do que isto,
E vou aceitá-la de vez,
Deixar cair a máscara,
A tentativa vã de ter que ser perfeito,
Quando apenas quero algo simples,
Sentir de verdade:
Amar.

Não preciso de frases desconexas,
De promessas sem conteúdo,
Que o vento teima em levar,
O vazio das letras juntas,
Sem uma frase convincente formar.

Uma despedida é um novo trilhar,
Novos caminhos empreender,
Rumo a um futuro próximo,
Olhar à minha volta atento,
E ver-te onde quer que estejas,
Aproxima-te de mim,
Não tenhas medo e diz algo.

Aproximo-me de ti e.

Anúncios