Revista eOptimismo: Introvertido ou Extrovertido?

Revista eOptimismo - 6 - Dez 2013

O que é ser introvertido ou extrovertido?

Segundo o dicionário online da Priberam, um introvertido é aquele “Que ou quem tem tendência de dirigir para o interior a sua atenção e as suas emoções.” Mas será que é apenas isto ou vai muito mais além?

Sabia que entre um terço e metade da população mundial são introvertidos?

Agora poderá pensar: ah, um introvertido é alguém que é tímido! Está totalmente errado, um tímido é-o; tem timidez que é o medo do julgamento social, no fundo algo nefasto enquanto ser introvertido tem que ver com a forma como estes respondem aos estímulos externos, incluindo os sociais.

Revista eOptimismo - 6 - Dez 2013 - Pedro Pinto

Para falar de introvertidos temos que mencionar os extrovertidos, aqueles que supostamente são a fação dominante, e em que a sociedade está formatada para que assim sejamos: extrovertidos, com capacidade para nos relacionarmos com várias pessoas, trabalhar em equipa, ter conversas de circunstância. No fundo estes são vistos pelos seus pares como líderes, o formato que devemos seguir para ter sucesso e sermos admirados.

Acho interessante a sociedade, ao preconizar estes estigmas, visto que se pensarmos bem, e embora sejamos programados para ser extrovertidos – mesmo sendo introvertidos – são estes últimos a ter as melhores notas e os mais inteligentes – embora, à partida se possa pensar o oposto.

A personalidade ideal, segundo a nossa sociedade, altamente formatada, é ser:
– extrovertido;
– dominante;
– confortável sendo o centro das atenções.

E se lhe disser que grandes personagens da nossa história eram introvertidos? Dúvida? Então pense em Eleanor Roosevelt, Rosa Parks ou mesmo Ghandi. Há que olhar para além das aparências, do óbvio.

Com isto não se preconiza que deixemos de nos relacionar, que se proceda a um isolamento, que as nossas crianças não sejam ensinadas a relacionar-se, que nas empresas deixem de existir equipas: nada disso! O que pretendo referir é o facto de se prestar mais atenção aquelas pessoas que precisam de estar em ambientes com menos estímulos, ondem possam ser criativos e depois inseri-los com os extrovertidos; sim, porque é da multiplicidade que advém a capacidade de novas soluções e avanços, sejam estes de que tipo possamos imaginar. Talvez os introvertidos não devam continuar a ser vistos como “bichos-do-mato” por ser na solidão que recarregam as baterias, visto que para alguns estar assim é como o ar que respiram, como uma necessidade, tal como os extrovertidos que recarregam as suas baterias com os estímulos externos.

Um típico extrovertido prefere:
– ação em detrimento da contemplação;
– correr riscos em vez da ponderação;
– certezas do que dúvidas;
– decisões rápidas, mesmo correndo o risco de errar

Um introvertido pode ser visto como:
– preguiçoso
– aborrecido
– “burro”
– demasiado imiscuído nos seus pensamentos

No trabalho:
Extrovertido
– Trabalha rapidamente;
– Executa multitarefas;
– Corre riscos (precipitados);
– Tende a buscar como recompensa dinheiro e status.

Introvertido
– Trabalha de uma forma mais lenta (ponderada);
– Uma tarefa de cada vez;
– Bom em concentrar-se.

Socialmente:
Extrovertido
– Confiante;
– Dominante;
– Pensa em voz alta;
– Falador;
– Recarrega “as baterias” socializando.

Introvertido
– Prefere direcionar a sua energia para os amigos chegados e colegas mais próximos;
– Ouve mais do que fala;
– Expressa-se melhor por escrito;
– Preferem as conversas profundas em detrimentos das superficiais;
– Recarregam “as baterias” estando sozinhos.

A ideia subjacente a esta exposição é positiva, é de elucidar, levantar o véu sobre um tema menos abordado; claro que não existem 100% introvertidos ou extrovertidos, inclusive existem ambivalentes, aqueles que estão no meio da escala. Todos nós podemos ter características de ambos, ainda que nos possamos situar maioritariamente num dos lados.

O desafio é pensar um pouco na sua personalidade, na de quem o/a rodeia e pensar em tudo que foi dito: será que quem está à sua volta é, na verdade, introvertido ou extrovertido?

Independentemente do seu traço de personalidade, todos devemos saber reconhecer melhor o outro, respeitá-lo, conhecer as suas necessidades e podermos de uma forma saudável viver em sociedade; afinal, fazemos todos parte deste planeta, sempre, de uma forma positiva.

Fonte: Introvertido ou Extrovertido? por Pedro Pinto • 22/12/2013 – 15:00 @ Revista eOptimismo – 6ª Edição – Dezembro 2013- Pág. 5

Anúncios